quinta-feira, 14 de abril de 2011

Um paraíso chamado Fernando de Noronha!


Fernando de Noronha on Fotopedia


Forte de Nossa Senhora dos Remédios, é uma fortaleza de 1737 que fica sobre as ruínas holandesas de 1629. É a principal fortaleza do sistema de defesa montado para proteger a ilha.
A Praia do Cachorro localizada na Vila dos Remédios. Na maré baixa apresenta cobertura de areia e pedra. É bastante freqüentada por surfistas. A praia está próxima às ruínas do Parque de Santa Ana e do Quartel da Marinha.
A Praia da Conceição é uma das mais badaladas da ilha, frequentada pelos nativos e por turistas. O mar é ideal para a prática do surfe, mergulho e para banho. Possui bares em sua areia onde abrigava o Forte da Conceição que hoje é só ruína.
A Praia do Boldró é localizada numa antiga base de rastreamento de satélites americanos. O mar é cheio de corais e isso faz com que os mergulhadores tenham bastante atenção. Na maré alta, a praia fica ótima para surfe.
A Baía dos Porcos possui uma beleza inigualável localizada em frente ao Morro dos Dois Irmãos que são duas pequenas ilhas que parecem flutuar à sua frente. Seu acesso é facilitado na maré baixa onde pode chegar até lá por cima das pedras.
A Baía do Sancho é destaque por sua beleza. É cercada por um paredão permitindo seu acesso por uma escada fincada em rochas, por uma pequena trilha ou pelo mar. É recomendada a prática do mergulho e da apreciação de ninhos de aves marinhas.
A Baía dos Golfinhos é uma das atrações naturais da ilha. Os golfinhos dão um show a parte nessa região onde são observados por pesquisadores. Eles acasalam, outros criam seus filhotes e outros apenas descansam na região. Faz parte do Parque Nacional Marinho onde é proibido sua entrada pelo mar a fim de proteger os animais.
A Praia do Leão fica no lado sudeste da ilha sendo considerada a mais bela do arquipélago. É o local onde as tartarugas marinhas desovam. Possuim a maior extensão da ilha com piscinas naturais. Seu nome vem de um rochedo bem grande que se assemelha a um leão deitado.
Daqui:

Dicas para aproveitar melhor o arquipélago:

A época em que o turista escolher para visitar o arquipélago definirá as atividades mais propícias que ele encontrará para fazer. Durante os meses de verão, as praias “de dentro”, viradas para a costa brasileira (como Conceição, Sancho, Baía dos Porcos), ficam bastante agitadas e propícias para o surfe. Por outro lado, durante essa época, essa parte da ilha é pouco indicada para quem quer apenas nadar e fazer snorkel. A melhor época para o mergulho são os meses de setembro e outubro, quando as águas “de dentro” estão bem calmas e as “de fora”, virada para o Atlântico, ficam menos agitadas. Entre estas estão a Baía do Sueste e a praia do Leão. A época de chuvas dura de março a agosto.


                                                                 Isabelle Somma
          Cacimba do Padre, pegada à Baía dos Porcos: vista para o Dois Irmãos

Os visitantes têm de pagar uma taxa de preservação do Ibama, que também ajuda a inibir o turismo predatório. No começo de 2008, quem permanecesse cinco dias pagava R$ 168,97. Quem quisesse ficar 30 dias desembolsaria R$ 2.847,42. Pague com antecedência, pela internet, e fuja das filas que costumam se formar no aeroporto. O site é Fernando de Noronha.

A taxa também cobre os custos da palestra do Ibama, um evento diário imperdível que começa às 20h30. Num auditório localizado no Projeto Tamar, biólogos exibem filmes e falam sobre curiosidades da vida da fauna e flora local. Cada dia há um tema diferente – por exemplo, as tartarugas, os tubarões, os golfinhos. As palestras são gratuitas e há sempre peruas ou micro-ônibus que passam nas pousadas oferecendo transporte até lá. Apesar de ser um evento imperdível, as palestras do Ibama pecam por não oferecem aos turistas estrangeiros, que não falam o português, a opção de áudio em outros idiomas. Uma pena, já que há muitos estrangeiros visitando a ilha, e muitas curiosidades sobre o local mostradas nas palestras que seria bom que eles soubessem.

No arquipélago, a consciência ecológica é praticamente obrigatória. Como toda praia e principalmente por ser Parque Nacional protegido pelo Ibama, é obrigatório levar todo o lixo produzido nas trilhas. Evite barulho para não incomodar os pássaros. É proibido acampar, fazer fogueiras e até recolher conchinhas nas praias. Evite nadar desacompanhado – não há salva-vidas na maioria das praias. E não é nada difícil se deixar levar pela beleza subaquática do lugar.

Daqui:
HOWSTUFFWORKS



6 comentários:

Lau Milesi disse...

Lindas imagens, não conheço Fernando de Noronha, mas está nos meus planos conhecer o mais rápido possível.Temos tanos lugares aprazíveis, como FN, esse paraíso ecológico, e acabamos por deixar pra trás, não é?

Beijossss e obrigada pelas dicas.

Mimirabolante disse...

Amiga,minha filha ficou 4 dias por lá e se apaixonou.....quase que não volta!!!!!!!bjcas

Tais Luso disse...

Oi, Soninha, não conheço, mas sei por fotos vistas que é um paraíso, lindíssimo! Estou sempre viajando no blogs das amigas! Obrigada por compartilhar!
beijão
Tais Luso

angela vasconcelos disse...

Adoraria mergulhar nas aguas de fernando de noronha!!

Lou James disse...

Realmente, um paraíso! Belas imagens...

Anne Lieri disse...

Como é linda!Gostaria de conhecer!Bjs,

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Clique e...

Conheça o agregador dos meus links:

Conheça o agregador dos meus links:
Clique na imagem acima.