sábado, 26 de março de 2011

Porto Alegre é demais!




Parques

Considerada uma das cidades mais arborizadas do Brasil, com 700 mil árvores em vias públicas, e apresentando um índice de 15,83 m² de área verde por habitante, Porto Alegre possui 8 (oito) parques urbanos, 1 (uma) reserva biológica e várias áreas de preservação natural.



Parque Farroupilha: o mais famoso, popular e tradicional parque de Porto Alegre, com 75 hectares no centro da cidade.

Parque Moinhos de Vento: 15 hectares em uma das áreas mais ricas da cidade.

Parque Mauricio Sirotsky Sobrinho (Parque da Harmonia): 55 hectares às margens do rio Guaíba. Mantém atividades relacionadas à cultura do gaúcho.

Parque Marinha do Brasil: 75 hectares, essencialmente esportivo.

Parque Saint-Hilaire: Linda área, com 1.180 hectares.

Parque Chico Mendes: 25 hectares, na zona norte da cidade.

Parque Mascarenhas de Morais: 35 hectares, na zona oeste da cidade.

Parque do Morro do Osso: 112 hectares que preservam a floresta típica da região. De seu topo, pode-se ter uma das vistas mais lindas de Porto Alegre.


Prédios Históricos


Prefeitura de Porto Alegre (Paço dos Açorianos)
Praça Montevidéu, s/n – Centro – Tel: 051-224.4400
Sede do Governo Municipal, construída entre 1898 e 1901. Estilo neoclássico, característico do período belle époque. Os ornamentos da fachada representam a Economia, a Educação e a Política.

Mercado Público Central
Largo Glênio Peres, s/n – Centro – Praça XV de Novembro
Inaugurado em 1869, apresenta estilo neoclássico. Segundo piso concluído em 1913, após incêndio. Reformas interna e externa entre 1995 e 1996. Possui mais de 100 (cem) lojas especializadas em especiarias e produtos típicos da cultura gaúcha. Restaurantes, lanchonetes e sorveterias complementam a oferta de bens e serviços do local.

Chalé da Praça XV
Praça XV de Novembro, s/n – Centro – Tel: 051-228.9513
Atende o público de Segunda a Sexta-feira, das 11h às 23h30, sábados das 11h às 20h.
Situado junto ao Largo Glênio Peres, estilo bávaro com traços art-nouveau. Possui estrutura de aço desmontável, com lustres e ladrilhos originais. Tornou-se um tradicional bar-chopp-restaurante de Porto Alegre e último local onde ainda se encontram os antigos fotógrafos "lambe-lambe".

Edifício de Correios e Telégrafos
Praça da Alfândega, s/n – Centro – Tel: 051-221.5214
Arquitetura inspirada no Barroco alemão. Possui torres assimétricas, com cúpulas em bronze que lembram os capacetes do exército prussiano.

Museu de Arte do Rio Grande do Sul – MARGS
Praça da Alfândega, s/n – Centro – Tel: 051-227.2311
Atende o público de Terça-feira a Domingo, das 10h às 17h. Estilo neoclássico, projetado pelo arquiteto alemão Theo Wiederspahn. Abriga renomados artistas locais, nacionais e internacionais.

Casa de Cultura Mario Quintana
Rua dos Andradas, 736 – Centro – Tel: 051-221.7147
Atende o público de Terça a Sexta-feira, das 9h às 21h; sábados e domingos, das 10h às 21h. Estilo barroco, projetado por Wiederspahn, abrigava o antigo Hotel Majestic. Serviu de residência para o grande poeta brasileiro Mario Quintana. Restaurado em 1990, passou a funcionar como um dos mais completos centros de cultura do Brasil e da América Latina. Local para agradáveis happy hours.

Igreja Nossa Senhora das Dores
Rua dos Andradas, s/n – Centro – Tel: 051-228.7376
É a igreja mais antiga de Porto Alegre, demorando 97 anos para ser construída (de 1807 a 1904). Segundo a lenda local, a maldição de um escravo impediu que a obra fosse concluída. Predomina o Barroco português. Esculturas de João Vicente Friederichs representam a Esperança, a Caridade e a Fé.

Centro Cultural Usina do Gasômetro
Av. Presidente João Goulart, 551 – Centro – Tel: 051-227.1383
Atende o público de Terça-feira a Domingo, das 10h às 22h. Localizado à beira do Guaíba, abrigou a antiga Usina Termoelétrica da cidade entre 1928 a 1974. Desde 1991, estabeleceu-se como um dos mais importantes centros culturais do Rio Grande do Sul, sediando o Museu do Trabalho, um teatro e uma área para exposições temporárias. Sua chaminé, de 117 m, serve de referência geográfica e arquitetônica.

Theatro São Pedro
Praça Marechal Deodoro, s/n – Centro – Tel: 051-227.5100
Atende o público de Terça a Sexta-feira, das 12h às 18h. Estilo barroco português, inaugurado em 1858. Nessa época, Porto Alegre denominava-se Província de São Pedro.

Palácio Piratini
Praça Marechal Deodoro, s/n – Centro – Tel: 051-210.4100
Atende o público de Segunda a Sexta-feira, das 9h30 às 11h30 e das 14h às 17h30. Sede do Governo Estadual desde 1921. Estilo Luiz XVI, foi projetado pelo arquiteto francês Maurice Gras. Painéis internos criados pelo pintor italiano Aldo Locatelli, destacando-se o da Lenda do Negrinho do Pastoreio, a mais popular no Rio Grande do Sul. As duas figuras na porta de entrada representam a Agricultura e a Indústria. O Piratini faz vizinhança com o Palácio Farroupilha, sede do Legislativo, e com o prédio do Tribunal de Justiça.

Catedral Metropolitana Nossa Senhora de Deus
Praça Marechal Deodoro, s/n – Centro – Tel: 051-228.6001
Atende de Segunda a Sábado, das 7h15 às 12h e das 14h30 às 19h30; Domingo, das 8h30 às 12h e das 13h às 20h. Obra concluída apenas em 1986. Foi inspirada na Renascença italiana. A cúpula, de 75 m de altura e 18m de diâmetro é uma das maiores do mundo. Os três painéis de mosaico foram executados nas oficinas do Vaticano.

Pórtico Central do Cais do Porto
Avenida Mauá, s/n – Centro
Encomendado em Paris, em 1919. Estrutura de ferro emoldurada em vitreaux. Servia de entrada principal da cidade numa época em que os visitantes mais ilustres chegavam a Porto Alegre a bordo de "paquetes".

Travessa dos Venezianos
Cidade Baixa
Quinze (15) casas populares construídas no início do século, remanescentes das antigas "avenidas" que se abriram para acomodar o proletariado imigrante. Os humildes casebres destinavam-se ao aluguel. A Travessa levou esta denominação por ser transversal à antiga Rua dos Venezianos – alterada para Joaquim Nabuco, em 1936.


Briques e Feiras



Praça da Alfândega: abriga uma feira de couro, tecido, madeira, pedras e metais.

Rua da Praia: a mais velha e conhecida rua de Porto Alegre tornou-se um importante local de compras. São dois quilômetros de extensão, onde também é possível encontrar artistas de rua, cantadores e músicos locais, mímicos, acrobatas e palhaços.

Parque Farroupilha: abriga o Brique da Redenção, feira que reúne antiquários, tendas de artes plásticas e de artesanato. Acontece todos os domingos, das 09h às 15h, chegando a reunir mais de 400 (quatrocentas) tendas. Evento imperdível para o visitante que deseja conhecer a cultura local. Militantes de todos os partidos defendem suas opiniões na feira, artistas de teatro apresentam sketches das peças que estão em cartaz na cidade, capoeiristas apresentam-se no meio da rua e músicos (incluindo os líricos) cantam entre as barracas.


Museus

Em busca de crescente integração com setores comunitários e respondendo aos desafios da informação, muitos Museus oferecem seus espaços para a realização de exposições temporárias, cursos, palestras, visitas monitoradas e mostras itinerantes. As visitas aos Museus servem não apenas ao propósito "intelectual" de divulgar a cultura, a história e o conhecimento de todas as épocas, como ademais à meta "existencial" de redimensionar as visões de mundo e de vida dos visitantes.


Museu de Arte do Rio Grande do Sul - MARGS
Instalado em um dos prédios históricos mais importantes de Porto Alegre (Conferir em Prédios Históricos). Tel: 051-227.2311. Seu acervo conta com cerca de duas mil peças entre pinturas, esculturas, gravuras e tapeçarias. Entre os artistas renomados estão os gaúchos Iberê Camargo, Vasco Prado, José Lutzemberger e Francisco Stockinger, e outros nacionais e internacionais, como Di Cavalcanti, Portinari, Henrique Bernardelli, Lembach, J.P. Laurens e Joseph Bail. Possui duas pinacotecas e uma biblioteca especializada em artes plásticas.

Museu do Trabalho
Está localizado na Usina do Gasômetro (Conferir em Prédios Históricos). Tel: 051-227.1450. Atende o público de Terça-feira a Domingo, das 13h30 às 18h. Apresenta a evolução das atividades produtivas no Rio Grande do Sul, de um ponto de vista sociológico. Seu acervo é constituído por máquinas, instrumentos de trabalho, fotografias e vários documentos. Dispõe igualmente de um ativo teatro que oferece espetáculos, salas de ensaio e cursos permanentes.

Museu de Comunicação Social Hipólito José da Costa
Rua Riachuelo, 295 – Centro – Tel: 051-224.4252
Atende o público de Segunda à Sexta-feira, das 13h às 18h. Exibe oito (8) mil títulos, entre os quais coleções completas de jornais e revistas, a partir do ano de 1920. Acervo inclui imagem e som (fotografia, cinema, rádio, televisão, vídeo) e resgata parte da memória da publicidade e da propaganda principalmente através de peças gráficas.

Museu de Arte Contemporânea
Rua dos Andradas, , 736 – 6º andar da Casa de Cultura Mario Quintana – Centro – Tel: 051-221.7147. Atende o público de Terça a Sexta-feira, das 9h às 21h; Sábado e Domingo, das 12h às 21h.

Museu Júlio de Castilhos
Rua Duque de Caxias, 1231 – Centro – Tel: 051-221.3959
Atende o público de Terça, Quinta e Sexta-feira, das 09h às 17h; Quarta-feira, das 10h às 21h; Sábado e Domingo, das 13h às 17h. Construído em 1887, oferece-se como bom exemplo de residência urbana e nobre do século XIX. Nela residiu o Presidente da Província Júlio de Castilhos, entre 1898 e 1903. É o mais antigo museu do Rio Grande, instalado em 1905, e conta com vasto acervo sobre a história, artística e cultural, do povo gaúcho. Destacam-se os acervos da cultura indígena, Missões Jesuíticas, Revolução Farroupilha, Guerra do Paraguai, correntes migratórias e os primeiros anos da República Rio-Grandense. No pátio estão os canhões usados durante o Levante Farroupilha. O Museu também apresenta exposições temporárias e promove atividades culturais.

Museu de Eletricidade do Rio Grande do Sul
Rua dos Andradas, 1223 – Centro – Tel: 051-224.4099. Mais de duas mil peças contam a evolução tecnológica da energia elétrica no Estado do Rio Grande do Sul. Lampiões a gás, luminárias, antigo catavento, réplicas de usinas termoelétricas e outras curiosidades poder ser apreciados, acompanhados de acervo documentário e bibliográfico.

Museu Antropológico do Rio Grande do Sul
Rua Carlos Chagas, 55 – Centro – Tel: 051-225.0624. Bom acervo institucional. Além do trabalho na área de arqueologia, são desenvolvidas pesquisas etnológicas, que são divulgadas por meio de publicações, cursos, palestras e projeções em vídeo.

Museu da Caixa Econômica Federal
Praça da Alfândega, s/n – Centro – Tel: 051-228.3100 (Ramal/Interno 522). Atende o público de Segunda a Sexta-feira, das 12h30 às 18h30. O Espaço Cultural abriga biblioteca, galeria de arte e auditório.

Museu Meridional
Rua 7 de Setembro, 1028 – Matriz do Banco do Meridional – Centro – Tel: 051-228.0033. Atende o público de Segunda a Sexta-feira, das 10h às 16h. O acervo é composto pela documentação e peças dos extintos Banco da Província do Rio Grande do Sul, Nacional do Comércio e Banco Industrial e Comercial do Sul S/A . Estão à mostra cédulas e moedas de todos os períodos da história do Brasil, assim como cédulas e moedas estrangeiras.

Museu do Vinho e Enoteca
Avenida Presidente João Goulart, 551 – Espaço Cultural do Trabalho, na Usina do Gasômetro – Centro – Tel: 051-227.1738/227.1383. Atende o público de Segunda-feira a Domingo, das 9h às 18h. A Enoteca gaúcha é a única do Brasil com padrão internacional, comparável às francesas. É a segunda de domínio público na América Latina. Contém cerca de 250 variedades de vinhos produzidos por 32 vinícolas do Rio Grande do Sul e artefatos do período inicial da industrialização do vinho.

Museu Anchieta de Ciências Naturais
Avenida Dr. Nilo Peçanha, 152 – Bairro Três Figueiras – Tel: 051-341.7455. Atende o público às Segundas-feiras, das 13h30 às 17h30 e de Terça-feira a Sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h30. Acervo composto por exemplares de minerais e rochas e exemplares da fauna do Rio Grande do Sul, com destaque para os 130 mil insetos da coleção. Oferece programação de visitas.

Museu Piratini
Rua Corrêa Lima, 2118 – Morro Santa Thereza – Tel: 051-229.4755. Constitui museu de televisão, com acervo técnico e fotográfico que conta a história da extinta TV Piratini, primeira emissora instalada no Estado, em 1959.

Museu Joaquim Felizardo (Antigo Museu de Porto Alegre)
Rua João Alfredo, 582 – Cidade Baixa – Tel: 051-226.1731. Atende o público de Terça a Sexta-feira, das 8h30 às 12h e das 13h30 ás 17h30; Sábado e Domingo, das 9h às 17h. Excelente fototeca, revelado vários aspectos da história da cidade. Conta também com exposições temporárias, cursos, debates, oficinas e outras atividades culturais.

Museu de Ciências e Tecnologia da Pontifícia Universidade Católica/RS
Av. Ipiranga, 6681 – Jardim Botânico – Tel: 051-339.1511. Atende o público de Segunda a Sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 às 21h30; Sábado, das 8h às 12h.

Museu de Ciências Naturais
Rua Salvador França, 1427 – Jardim Botânico – Tel: 051-336.1479. Atende de Segunda-feira a Domingo, das 9h às 12h e das 13h30 às 17h.

Museu da Brigada Militar
Av. Aparício Borges, 2001 – Partenon – Tel: 051-353.3506. Atende o público de Segunda a Sexta-feira, das 9h às 11h30 e das 13h30 às 17h30.


Centros Culturais


Casa de Cultura Mario Quintana
(Conferir em Prédios Históricos)

Centro Cultural Usina do Gasômetro
(Conferir em Prédios Históricos)

Solar dos Câmara
Rua Duque de Caxias, 968 – Centro – Tel: 051-210.2003.Atende o público de Segunda a Sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 18h. Construído em 1818, de acordo com o padrão dos casarões coloniais portugueses.

Biblioteca Pública Estadual
Rua Riachuelo, 1190 – Centro – Tel: 051-226.8752 / 224.5045. Atende o público de Segunda à Sexta-feira, das 8h30 às 19h; Sábado, das 8h30 às 13h. Obra concluída em 1922, em estilo neoclássico. O acervo original da Biblioteca é de obras clássicas da cultura européia e coleções raras que remontam ao ano de 1500, atualizado com obras mais contemporâneas e serviços em fase de modernização. Vale a pena uma visita ao Salão Mourisco, recoberto em ouro e dedicado a recitais.

Centro Municipal de Cultura
Av. Érico Veríssimo, 1853 – Azenha – Tel: 051-221.6622. Abriga o Atelier Livre da Prefeitura, destinado à apresentação do que existe de recente em termos de produção artística local. No Centro estão também o Teatro Renascença e a Sala de Teatro Álvaro Moreyra, além de espaços para mostras e exposições.



Arte Sepulcral

Como na maioria das tradicionais capitais do mundo, os cemitérios de Porto Alegre formam um museu ao ar livre. São em torno de 300 belíssimas estátuas que guardam túmulos do período 1900-1940, época em que havia disputa entre as famílias abastadas na arte de ornamentar os jazigos. As estátuas eram, em geral, encomendadas a escultores italianos, espanhóis e alemães. Os cemitérios com maior número de estátuas são o São Miguel e Almas, situado na Avenida Oscar Pereira, 418 e o da Santa Casa de Misericórdia (ao lado do São Miguel).


Monumentos

Monumento a Júlio de Castilhos
Praça Marechal Deodoro – Centro
Executado na França pelo escultor brasileiro Décio Villares, foi inaugurado em 1913. Constitui a obra de inspiração positivista mais importante no Estado. Representa as três fases mais marcantes da vida do estadista: a da Propaganda Republicana, a da Organização do Governo Positivista e a sua retirada do Governo. Possui 22,5 m de altura.

Fonte Talavera de la Reina
Praça Montevidéu – Centro
Situada no marco zero de Porto Alegre. Recebe o nome da cidade onde foi construída, pertencente à Província de Toledo, Espanha. Doada pela colônia espanhola de Porto Alegre, em 1935.

Monumento aos Açorianos
Parque dos Açorianos – Centro
Homenagem aos colonizadores portugueses. Lembra uma caravela de corpos humanos projetando-se para o futuro.

Ponte de Pedra
Parque dos Açorianos – Centro
Obras concluídas em 1854, durante o Governo de Duque de Caxias.



Laçador
Praça do Bombeador – São João
Estátua de bronze sobre pedestal de granito. Representa o gaúcho em sua vestimenta típica. Inaugurada em 1954, foi obra do escultor Antônio Caringi.

Monumento ao Expedicionário
Parque Farroupilha. Inaugurado em 1953 em homenagem à Força Expedicionária Brasileira, que representou a participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial.



Passeios de Barco Passeios pelo Rio Guaíba e Delta do Jacuí a bordo dos barcos:



Cisne Branco – saídas do Portão Central do Cais do Porto (Tel: 051-227.5500)

Noiva do Caí – saídas do ancoradouro da Usina do Gasômetro (Tel: 051-227.1529).

Daqui:
www2.mre.gov.br

Parabéns Porto Alegre pelos 239 anos!




"Ao comemorar os 239 anos de Porto Alegre, a Prefeitura Municipal homenageia Moacyr Scliar, gaúcho, nascido no Bonfim, onde sempre morou. Grande parte de sua vasta produção literária ambientou-se aqui. Ele amou esta cidade como poucos e afirmou esse amor como ninguém."










4 comentários:

Isa disse...

Parabéns,Sôninha!
Ficou maravilhosa a sua postagem!
Que cidade linda!
Rica em Monumentos e escolhida por Deus para recantos belíssimos!
Beijo.
isa.

chica disse...

Ficou linda essa viagem...Bem elucidativa pa quem ainda não conhece ter uma boa idéia! Eu nem vou falar do que eu, como moradora, penso da cidade, pra não estragar,rsrs...beijos,chica

angela vasconcelos disse...

Porto alegre me tem!!!

Tais Luso disse...

Lindo!!! Porto Alegre é demais, é aqui que eu vivo em paz!

Amo, amo!!!
Esta Música é o hino de Porto Alegre! Diz tudo o que vai no coração dos gaúchos.

Beijos, linda postagem, Soninha.
Tais Luso

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Clique e...

Conheça o agregador dos meus links:

Conheça o agregador dos meus links:
Clique na imagem acima.