sábado, 28 de abril de 2012

Rumo a Maceió, estado de Alagoas, no nordeste brasileiro

MACEIÓ...

Maceio-Alagoas-Brazil






"Maceió é uma cidade fácil.

Primeiro, fácil de gostar, porque é bonita e doce, como uma dessas pessoas que se acha uma simpatia e se fica amigo logo.

Segundo, é fácil de entender, porque é aberta e clara, alvejada pelo sol e arejada pelo vento, o contrário de tudo o que é mistério.

Depois, porque é animada sem ser histérica.

É o tipo de lugar onde se pode curtir a vida noturna com os vidros do carro abertos, sem medo de pivete, arrastão e outros pesadelos de cidade grande."



8 coisas para aproveitar

1. Visitar as piscinas naturais de Pajuçara e de Maragogi.
2. Beber uma cerveja no calçadão da Ponta Verde.
3. Abusar de água de côco, que é a mais gostosa e barata do que água mineral.
4. Conhecer Barra de São Miguel e esticar até a Praia do Gunga.
5. Elogiar Graciliano Ramos, Jorge de Lima e Djavan, todos ilustres filhos da terra
6. Conhecer os bares e boates do bairro histórico do Jaraguá, que foi revitalizado há pouco tempo.
7. Dar um esbregue(bronca) se for chamado de abiscoitado(bicha).
8. Fazer uma refeição no povoado de pescadores de Massagueira.


8 coisas para evitar

1. Limitar-se às praias mais manjadas. O litoral norte fica ainda melhor depois do Sonho Verde, e o sul, depois do Gunga.
2. Aborrecer-se com chuva: ela não dura mais de 10 minutos.
3. A praia do Francês no final de semana é muito lotada, prefira esse roteiro na segunda-feira.
4. Falar de PC, Collor, Calheiros ou Denilma Bulhões. Político que nós orgulha é a nossa senadora: Heloísa Helena.
5. Rodar pelo centro da cidade, que vive engarrafado.
6. Impressionar-se com o assédio de gente pedindo esmolas.
7. Comprar estrelas do mar, conchas ou pedaços de coral, para não estimular o comércio predatório.
8. Tomar cuidado com os trechos da praia que são poluídos: Praia da Avenida, do Sobral.



C a l e n d á r i o

Q U A N D O V I A J A R ?

Janeiro e Fevereiro

O mar fica com um verde intenso. Bom para quem gosta de tomar sol na praia, bem forte nesses meses. Mas os preços estão no auge, para desespero do seu bolso.
Em janeiro, a cidade fica muito movimentada por causa do período de férias. Já no carnaval, o pessoal local foge para outras praias e a capital de Alagoas fica bem mais tranquila, porque seu forte não é essa festa.

Março a Maio

É a melhor época para conhecer Maceió! Achar um quarto em hotel ou pousada fica mais fácil, sem neura de reserva antecipada.
Os preços caem, lembrando que esta é a capital mais baratinha do Nordeste. De abril a maio, quando o tempo não fica nublado, venta um pouco. Mas não é isso que vai estragar seu passeio na cidade!

Junho a Agosto

Oba! É barato! Mas tem um probleminha: pode chover e melar os passeios nas praias. São os dias abafados que fazem cair umas gotas. O melhor programa nesse período é pular fogueira em festas juninas animadas.
Praias do centro lotadas no período da férias escolares, e tranquilas em junho e agosto.
Os hotéis estão sempre em promoção, consulte...

Setembro a Dezembro

Em outubro, o tempo vira e melhora. Mas infelizmente, o tarifário desperta do sono profundo e os preços começam a subir.
Tem o Maceió Fest em Novembro, a micareta da cidade.
No mês de dezembro, chegam também as chuvas rápidas (mas dura no máximo 5 minutos, é engraçado!) que com certeza não vão atrapalhar a sua visita.



Daqui:
Guia completo sobre Maceió.
Imagens do Google



segunda-feira, 23 de abril de 2012

Os SPAS mais luxuosos do mundo

O hotel Halekulani, que fica em Honolulu, tem um spa que se diz o primeiro a explorar totalmente as culturas do Pacífico. Foto: Divulgação
O hotel Halekulani, que fica em Honolulu, tem um spa que se diz o primeiro a explorar totalmente as culturas do Pacífico


Mais do que viajar, respirar novas culturas e conhecer novas paisagens, alguns hotéis oferecem ao turista, além de bem estar, muito glamour. O site www.hoteis.com elegeu os sete spas dentro de hotéis mais luxuosos, dentro da rede oferecida pelo próprio site.
A seguir, saiba mais sobre os hotéis e o preço das diárias - sem incluir o serviço de spa. Navegue e comece a sonhar com suas próximas férias.

Jaipur, Índia  A cidade de Jaipur, na Índia, abriga o The Oberoi Rajvilas, que possui um spa com diversos tipos de tratamentos de revitalização para o corpo, banhos especiais, yoga e meditação. As diárias no hotel custam a partir de R$ 977, no quarto duplo  Foto: Divulgação

Jaipur, Índia

A cidade de Jaipur, na Índia, abriga o The Oberoi Rajvilas, que possui um spa com diversos tipos de tratamentos de revitalização para o corpo, banhos especiais, yoga e meditação. As diárias no hotel custam a partir de R$ 977, no quarto duplo.

Montreal, Canadá<bR> O Hotel Le St. James tem diárias a partir de R$ 450 para o casal, e oferece os serviços do Le Spa, desenhado pelo designer de interiores canadense Jacques Bouchard. O local presenteia os visitantes com massagens terapêuticas e tratamento faciais  Foto: Divulgação

Montreal, Canadá

O Hotel Le St. James tem diárias a partir de R$ 450 para o casal, e oferece os serviços do Le Spa, desenhado pelo designer de interiores canadense Jacques Bouchard. O local presenteia os visitantes com massagens terapêuticas e tratamento faciais.

Honolulu, Estados Unidos  Em Honolulu, capital do Havaí, o site listou duas opções de spas em hotéis. O The Kahala Hotel & Resort oferece tratamentos baseados em técnicas de cura havaianas, com a utilização de recursos naturais e orgânicos. As diárias no hotel saem a partir de R$ 815, o casal  Foto: Divulgação

Honolulu, Estados Unidos

Em Honolulu, capital do Havaí, o site listou duas opções de spas em hotéis. O The Kahala Hotel & Resort oferece tratamentos baseados em técnicas de cura havaianas, com a utilização de recursos naturais e orgânicos. As diárias no hotel saem a partir de R$ 815, o casal.
Já no spa do hotel Halekulani, próximo à praia Gray's Beach, se diz o primeiro a explorar totalmente as culturas das Ilhas do Pacífico. O valor da diária no local custa a partir de R$ 807 para o casal.

Washington, Estados Unidos  O hotel The Ritz-Carlton, que fica no centro de Washington, possui um luxuoso spa com tratamentos estéticos e de relaxamento. As diárias no quarto de casal custam a partir de R$ 651  Foto: Divulgação

Washington, Estados Unidos

O hotel The Ritz-Carlton, que fica no centro de Washington, possui um luxuoso spa com tratamentos estéticos e de relaxamento. As diárias no quarto de casal custam a partir de R$ 651.

Nova York, Estados Unidos  O hotel Mandarin Oriental conta com um spa cinco estrelas, com tratamentos holísticos que prometem renovação e tranquilidade. O hotel possui uma piscina coberta de 75 metros com iluminação natural. As diárias no hotel custam a partir de R$ 1.022  Foto: Divulgação

Nova York, Estados Unidos

O hotel Mandarin Oriental conta com um spa cinco estrelas, com tratamentos holísticos que prometem renovação e tranquilidade. O hotel possui uma piscina coberta de 75 metros com iluminação natural. As diárias no hotel custam a partir de R$ 1.022.

Paris, França<Br> O Hotel Plaza Athenee fica em Paris e oferece aos visitantes o luxuoso Dior Institut, com diversos tipos de tratamentos relaxantes. As diárias custam, no quarto de casal, custam a partir de R$ 1.470  Foto: Divulgação

Paris, França

O Hotel Plaza Athenee fica em Paris e oferece aos visitantes o luxuoso Dior Institut, com diversos tipos de tratamentos relaxantes. As diárias custam, no quarto de casal, custam a partir de R$ 1.470.

Daqui.



terça-feira, 17 de abril de 2012

Destinos considerados patrimônios da humanidade no Brasil



Em 1972, a Organização das Nações Unidas para a Ciência e a Cultura (UNESCO) criou a Convenção do Patrimônio Mundial, para incentivar a preservação de bens culturais e naturais considerados significativos para a humanidade.
No Brasil, existem 18 locais tombados pela UNESCO como Patrimônio Mundial da Humanidade. Cada parte do Brasil tem seus representantes, sendo o Nordeste a região que possui o maior número. Com a inclusão da Praça São Francisco, em São Cristóvão, Sergipe, em Julho de 2010, o Nordeste passa a ter sete destinos considerados Patrimônio Mundial. Outros lugares devem ser citados também, como os Centros Históricos de Olinda, São Luís e Salvador, as lindíssimas Ilhas Atlânticas de Fernando de Noronha e Atol das Rocas, a Costa do Descobrimento, na região de Porto Seguro, e o Parque Nacional Serra da Capivara, no Piauí.

Avenida Oceânica e praia do Farol da Barra - Salvador
Avenida Oceânica e praia do Farol da Barra - Salvador

A maior região do País em espaço geográfico, região norte, é muito bem representada pelo Parque Nacional do Jaú, coração da Floresta Amazônica, conhecida mundialmente como o pulmão do planeta. A Amazônia, aliás, tem se transformado cada vez mais em um roteiro turístico dos mais procurados, para os turistas interessados em turismo de selva.
O Plano Piloto, projetado por Lucio Costa, e as obras de Niemeyer, em Brasília, são obras que orgulham o povo brasileiro a ponto de o cosmonauta Yuri Gagarin, 1º homem a viajar para o espaço, ao visitar Brasília em 1961, declara: “Tenho a impressão de que estou desembarcando num planeta diferente, não na Terra.” O Centro Histórico de Goiás também está na lista da UNESCO assim como os essenciais biomas do Pantanal e do Cerrado, que guardam a exuberante diversidade de fauna e flora que só o Brasil possui.
Já na região sudeste, as cidades históricas mineiras de Ouro Preto, Diamantina e Congonhas do Campo demonstram a belezas da arquitetura barroca, abastecida pelas riquezas do ouro. Além de obras de Aleijadinho e lindíssimas paisagens, o turismo de aventura é outro destaque da região que a cada dia atrai mais visitantes.

Cataratas do Iguaçu - Foz do Iguaçu
Cataratas do Iguaçu - Foz do Iguaçu

Entre os estados de São Paulo e Paraná se encontra uma importantíssima reserva de Mata Atlântica. Com apenas 7% de seu tamanho original, a reserva que vai da Serra da Juréia, em São Paulo, até a Ilha do Mel, no Paraná possui uma biodiversidade de ecossistema que está entre as maiores do planeta.
A viagem pelo Sul do Brasil segue pelo Parque Nacional do Iguaçu e suas maravilhosas cataratas, que juntamente com a Floresta Amazônica, concorrem para ser uma das sete novas maravilhas naturais do mundo. Além disso, as ruínas de São Miguel das Missões e seu incrível sítio arqueológico fecham a viagem aos incríveis patrimônios mundiais brasileiros.
Ao todo, 885 lugares, em 148 países foram escolhidos pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade.

Daqui:
www.turismo.gov.br


terça-feira, 10 de abril de 2012

Cuidado com as armadilhas contra turistas


Todos os anos, milhares de pessoas viajam para cima e para baixo com diversas finalidades: conhecimento, diversão, história, entre tantos outros. Uma coisa está em comum com muitas dessas pessoas, algumas caem em armadilhas feitas por malandros que existem nos quatro cantos do mundo, aproveitando-se da inocência e falta de atenção dos turistas.

Esse é um resumo de um artigo muito legal feito pelo HowStuffWorks. Trata-se dos golpes mais frequentes nos quais os turistas costumam cair em suas viagens de férias no mundo inteiro.

1 – Falsos Policiais:
Há muitos relatos de golpes de falsos policiais em outros países, normalmente em destinos muito procurados. Como turista, às vezes você não está familiarizado com o uniforme local dos policiais e se depara com um (policial) que pede para ver sua carteira a procura de notas falsas. Com a intenção de lhe “proteger”, o policial diz que as notas são realmente falsas e esvazia sua carteira. Existem variações desse golpe que incluem falsas autoridades de estações de trens, barreiras, blitzes, e outros locais por onde turistas costumam passar.
Como não cair no golpe? Nunca entregue sua carteira, muito menos seu passaporte para ninguém. Se tiver desconfiado, procure uma identificação do policial, número, nome, etc. Procure conhecer uniformes de policiais dos locais que irá passar.

2 – Batedor de Carteira:
As variações para esse golpe são muitas, mas acontece sempre assim: alguém distrai você e outro bate sua carteira. Esse tipo de ladrão trabalha em equipe a aproveita-se da sua distração. Um exemplo frequente em grandes centros urbanos de cidades brasileiras é: no meio da multidão alguém finge uma briga, onde ocorre aglomeração e o batedor mais próximo pega a sua carteira de dentro do bolso da sua calça sem que você sequer sinta. Outro exemplo aconteceu com um casal de amigos que estava em um hotel ‘chique’ em Santiago, no Chile. Enquanto a esposa estava ao telefone e ele fazia o chekout, deixou as malas de lado e se desligou, foi quando chegou um ladrão muito bem vestido entrou no hotel, pegou uma de suas malas (logo a de compras!) e saiu tranquilamente sem que ninguém notasse.
Como não cair no golpe? Em todo lugar que tiver muita gente, fique de olhos abertos nos seus pertences pois os golpistas estão só esperando uma oportunidade. Para se proteger você tem algumas opções: Use um porta-dolar por baixo da roupa com o dinheiro lá dentro; Evite andar de bolsa aberta ou muito a amostra e não ande jamais com carteira no bolso de trás da calça; Vá as compras com pouco dinheiro, dividindo em vários bolsos e prefira utilizar cartões; Olhos sempre abertos em todos os locais, inclusive aqueles mais ‘seguros’, pois os ladrões de hoje são pessoas bem arrumadas e de boa aparência e frequentam hotéis, restaurantes caros e confiam que você não está muito preocupado em um lugar desses.

3 – Notas de dinheiro na hora do Câmbio:
Ladrões costumam querer tirar vantagem em cima do turista sempre, principalmente se você ainda não está familiarizado com a moeda local. Na hora de fazer o câmbio (troca de moedas), fique atento pois um golpe muito frequente é a “contagem lenta” com pausas confusas das notas, o que dá a impressão de que você está recebendo um valor X, enquanto o que, na verdade, você está recebendo menos que o combinado sem perceber.
Como não cair no golpe? Confira na hora o valor recebido, ou troco, na própria casa de câmbio ou local que esteja; Tenha sempre dinheiro trocado evitando pagar qualquer coisa com nota muito alta; Não faça câmbio em locais com aglomeração, prefira casas de câmbio autorizadas.

4 – O golpe dos Taxistas! Ah, os taxistas…:
Talvez a maior bronca que existe em todos os países e cidades fala sobre o golpe que os taxistas fazem com os turistas mais desavisados. Além do golpe da moeda local, citado também no item anterior, existem outros golpes, como: fazer um trajeto maior para cobrar o dobro do valor real, aumentar o som do carro que faz com que o taxímetro acelere mais rápido que o normal, fechar um valor X antes e não ligar o taxímetro, obrigando o passageiro a pagar 2, 3 ou até 4 vezes mais o valor que deveria cobrar, etc. Outro exemplo aconteceu comigo e meu marido na Argentina é termos dado uma nota para pagar a corrida e o taxista dizer que lhe entregamos uma nota falsa. O golpe dele foi trocar rapidamente a nossa nota (verdadeira) por uma falsa (que ele já tinha com ele), nos fazendo pagar duas vezes pela mesma corrida. Não discutimos na hora por diversos motivos, o principal é por estar em uma terra ‘estranha’, mas sabíamos na hora que estavamos caindo em um golpe –o que nos fez ficar de olhos abertos a nunca mais cair nesse golpe novamente. Nossa sugestão em casos como esses é para que você ameace chamar a polícia, pois esse tipo de ladrão não quer se meter em confusão, pois o golpe já é conhecido no mercado.
Como não cair no golpe? Peça sempre pra ligar o taxímetro; Tente memorizar o trajeto que costuma fazer para chegar no seu hotel; Prefira uma empresa de taxi por telefone do que um taxi normal da rua; Ande sempre com o número de telefone da empresa de taxi com você; Não pegue um taxi na rua sem identificação pois você pode perder muito mais além de sua carteira; Tenha sempre dinheiro trocado evitando pagar qualquer coisa com nota muito alta para não receber como troco notas falsas ou alguém dizer que você não pagou o valor certo; Veja fotos dos locais, consulte mapas e até o Google Earth (ou Google Maps) antes de viajar para se familiarizar com o local que irá conhecer.

5 – Bons samaritanos que só querem ajudar os turistas (desconfie!):
Esse é o caso de algum bonzinho samaritano se oferecer para lhe ajudar a usar um caixa eletrônico(e pegar sua senha), a bater uma foto sua (e levar sua máquina), a segurar suas compras (e roubá-las), a te oferecer para te guiar por um caminho (e te assaltar), etc. Outro exemplo é como o caso de uma cidade brasileira, onde, em pontos estratégicos de turismo amarram em seu pulso a fitinha do Senhor do Bonfim (símbolo da cidade) sem sequer você perceber (de tão rápido) ou dizendo que não lhe custa nada, como sinal de hospitalidade. Aí você pensando que realmente não custa nada tenta ir embora enquanto a pessoa que amarrou a fitinha vai grudar no seu pé lhe fazendo pagar R$5,00 (dependendo da sua cara) por cada fitinha daquela, sendo que em outros locais, como no mercado, você pode comprar 50 unidades por R$1,00 e trazer como souvenir para toda a sua família.
Como não cair no golpe? Não aceite qualquer coisa que lhe entreguem na rua, não faça contato visual, não seja simpático, ignore essas pessoas; Se precisar de ajuda para ir a algum lugar, se informe através dos mapas ou no seu próprio hotel; Só peça ajuda especializada e alguém de sua confiança.

Esses são os golpes ou roubadas mais comuns que acontecem com muitos turistas e mochileiros. Portanto, fique atento a tudo e a todos. Siga sua intuição, mantenha o juízo e tome precauções apropriadas no momento certo. Saiba que uma viagem de férias deve ser divertida, mas também cuide-se para não cair em uma cilada que estrague a sua viagem –mas sem paranoia, ok?





quinta-feira, 5 de abril de 2012

Na Páscoa, visitaremos dez igrejas lindas pelo mundo

Santuário das Lajas, Colômbia: no sul da Colômbia, construído sobre o vale do rio Guaitara, o Santuário das Lajas é um lugar de culto e peregrinação muito especial. A beleza da arquitetura da basílica e seu posicionamento sobre o rio criam uma paisagem única, com a natureza como pano de fundo  Foto: Colombia Travel/Divulgação
Santuário das Lajas, Colômbia.


Sagrada Família, Espanha: o arquiteto catalão Antônio Gaudí marcou para sempre a identidade de Barcelona com seus prédios e parques famosos. Mas Gaudí morreu sem ver terminada sua obra prima, a Catedral da Sagrada Família. A obra, começada em 1882, ainda está em construção, e só deverá ser terminada na década de 2020  Foto: stock.xchng/Divulgação
Sagrada Família, Espanha.


Abaixo, a Catedral de São Basílio, RÚssia.
Catedral de São Basílio, Rússia: as inconfundíveis torres coloridas da catedral ortodoxa de São Basílio são um dos principais cartões-postais de Moscou. A catedral foi construída no século 16, no lugar que depois viria ser a Praça Vermelha, visitada diariamente por turistas do mundo inteiro  Foto: Getty Images

















Basílica de São Pedro, Vaticano: a Basílica de São Pedro, sede da cabeça da Igreja cristã, é um exemplo da arquitetura barroca do Renascimento. Seu interior é maior do que qualquer outra igreja e exibe obras de artistas famosos como Rafael e Michelangelo. A basílica começou a ser construída entre 1506 e foi acabada 1626  Foto: Getty Images


Basílica de São Pedro, Vaticano.

Igreja de Hallgrimskirkja, Reykjavik, Islândia: a igreja de Hallgrimskirkja é uma igreja luterana que foi inaugurada em 1986 em Reykjavik, capital islandesa. Sua estrutura, que com 74 metros de altura a torna o edifício mais alto da Islândia, foi projetada para imitar o movimento da lava de um vulcão. Acima de seu campanário, oferece vistas esplêndidas  Foto: Jennifer Boyer/Divulgação

Igreja de Hallgrimskirkja, Reykjavik, Islândia.

Catedral de São Paulo, Londres, Inglaterra: a catedral de São Paulo pertence à diocese de Londres, e foi reconstruída após ser devastada pelo grande incêndio de Londres de 1666. Palco de eventos de grande repercussão, como o casamento do Príncipe Charles com Diana em 1981, a catedral é um dos mais belos edifícios da capital inglesa  Foto: Visit London/Divulgação


Catedral de São Paulo, Londres, Inglaterra.

Basílica de Santa Maria das Flores, Florença, Itália: mais conhecida como Duomo, a Basílica de Santa Maria das Flores foi a terceira catedral a ser erguida em Florença. De estilo gótico, o Duomo faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO e é uma das atrações prediletas dos turistas em visita à cidade  Foto: Nicola Sfondrini/Divulgação


Basílica de Santa Maria das Flores, Florença, Itália.

Sainte Chappelle, Paris, França: o rei Luis 14 da França ordenou a construção da Sainte-Chappelle para abrigar sua coleção de relíquias preciosas. A Sainte-Chappelle tem um estilo arquitetônico gótico e é famosa por seus belos e coloridos vitrais do século 13  Foto: Herman Brinkman/Divulgação

Sainte Chapelle, Paris, França.

Basílica de Nossa Senhora do Pilar, Saragoça, Espanha: a basílica de Nossa Senhora do Pilar, na cidade espanhola de Saragoça, é um dos maiores templos barrocos da Europa. Dizem que a Virgem Maria deu instruções ao apóstolo Tiago para que construísse uma igreja com uma estátua de madeira à sua imagem. A igreja foi destruída, mas a estátua de madeira ainda pode ser visitada na Basílica de Nossa Senhora do Pilar  Foto: Leronich/Divulgação

Basílica de Nossa Senhora do Pilar, Saragoça, Espanha.

Catedral de Nossa Senhora de Estrasburgo, França: terminada em 1439, a Catedral de Nossa Senhora de Estrasburgo é um exemplo de arquitetura gótica no leste da França. Segunda maior da França, esta catedral tem paredes de pedras rosadas e um púlpito finamente ornamentado. Seu famoso relógio astronômico mostra diariamente às 12h30 um desfile de doze apóstolos  Foto: François Schnell/Divulgação

Catedral de Nossa Senhora de Estrasburgo, França.
Daqui.








Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Clique e...

Conheça o agregador dos meus links:

Conheça o agregador dos meus links:
Clique na imagem acima.