Vamos viajar?

domingo, 7 de agosto de 2011

DICAS PARA VIAJAR DE AVIÃO

Viajar de avião é seguro mesmo?


Que precauções você deve tomar quando tiver a oportunidade de viajar de avião?

Como tornar mais seguro um meio de transporte confiável:

Todos os anos, quase 18.000 aviões decolam e aterrissam regularmente em milhares de aeroportos ao redor do mundo, levando mais de 1,6 bilhão de passageiros aos seus destinos e tudo isso com pouquíssimos acidentes. De fato, a bem conhecida companhia de seguros Lloyd’s, de Londres, calcula que seja 25 vezes mais seguro viajar de avião do que de carro. Assim, estatisticamente falando, a parte mais perigosa de sua viagem seria ir e voltar do aeroporto de carro. Entretanto, algumas precauções razoáveis podem ser tomadas para fazer com que esse meio de transporte relativamente seguro se torne ainda mais seguro.


Seja seletivo ao escolher a companhia aérea: Nem toda companhia aérea tem o mesmo histórico de segurança. Empresas bem estabelecidas no mercado costumam ser seguras. Elas operam com aeronaves modernas e têm uma boa reputação devido a constantes inspeções de segurança e manutenção.
Escolha com cuidado o que vai vestir: Aqueles que sobrevivem a um acidente de avião enfrentam os perigos do fogo e da fumaça. Portanto, vestir camisa ou blusa de manga comprida e usar calça ou saia compridas pode proteger melhor a pele das chamas e do calor. Roupas de fibras naturais oferecem uma boa proteção, ao passo que as de materiais sintéticos freqüentemente se derretem ou encolhem quando expostas ao calor e colam na pele, causando queimaduras potencialmente mais graves. Roupas de couro também podem encolher quando expostas ao calor e, portanto, não são recomendadas. Vestir várias peças de roupa (uma por cima da outra) também protege mais do que apenas uma, e cores claras absorvem menos calor do que as escuras. Sapatos baixos, especialmente os com cadarços, têm mais probabilidade de ficar nos pés, protegendo-os de cortes e queimaduras. Por fim, meias de lã são melhores do que as sintéticas.
Preste atenção aos procedimentos de emergência: Antes de o avião decolar, os comissários de bordo darão algumas instruções bem claras sobre procedimentos de emergência. Na remota hipótese de haver um acidente, você terá de se lembrar dessas instruções para conseguir encontrar uma saída do avião. Portanto, preste atenção ao que for dito. Uma pesquisa sobre canadenses que viajam de avião revelou que apenas 29% dos passageiros lêem ou dão uma olhada no cartão de segurança. Tome tempo para analisar as instruções de segurança, em especial aquelas que mostram como abrir as saídas de emergência, visto que você talvez seja o primeiro a chegar até elas. Pense em como poderá encontrar a saída se estiver escuro ou se a fumaça dificultar a visão. Uma técnica bem simples é contar as fileiras de cadeiras que ficam entre você e as saídas de emergência do avião. Desse modo, mesmo no escuro você será capaz de encontrá-las e abri-las.

Limite sua bagagem de mão: “Em um vôo normal, os itens que caem dos compartimentos de bagagem que não foram devidamente fechados, ou que foram abertos por passageiros durante o vôo, são uma ameaça constante (para os passageiros), podendo causar graves danos à cabeça e até mesmo a morte”, menciona o periódico Flight International. Então, lembre-se: bagagens pesadas de mão podem pôr em risco sua segurança e a de outros passageiros. Portanto, numa emergência, deixe TODA a sua bagagem para trás. Concentre-se em se salvar! Você poderá conseguir outra bagagem depois.


Numa situação de emergência:

Em caso de emergência, torna-se mais perigoso abandonar a aeronave quando há fogo, fumaça e vapores tóxicos. Um relatório de acidente mencionou: “Quando o avião pousou, quase não havia visibilidade na cabine a partir de 30 centímetros do chão (por causa da fumaça). Os sobreviventes disseram que mal tinham forças para chegar até as saídas de emergência.” Sobreviver era uma questão de sair rapidamente do avião.

A tripulação está treinada para esvaziar uma aeronave com segurança e rapidez. Portanto, obedeça às suas instruções imediatamente. Mas nem sempre as coisas saem como planejadas. Problemas no sistema de comunicação com os passageiros, membros da tripulação feridos, confusão e os efeitos de barulho, calor e fumaça podem fazer com que os melhores esforços da tripulação sejam ineficazes. Além disso, você pode estar viajando em uma companhia aérea em que os comissários não falam seu idioma, e isso também pode impedir uma boa comunicação entre você e a tripulação.

Análises de acidentes revelam que um fator decisivo para se conseguir escapar de uma emergência é estar determinado a sair com vida. Você precisa ter um plano de ação bem claro e estar disposto a ser o responsável pela própria sobrevivência. Seu plano deverá incluir todos os que estiverem viajando com você, especialmente crianças e idosos. Pense em como poderão permanecer juntos de modo a serem capazes de ajudar um ao outro a sair do avião. A revista Flying Safety recomenda: “Se houver muita fumaça quando estiver abandonando o avião, agarrem-se uns aos outros. Fazer com que segurem o seu cinto possibilita guiá-los até a saída.” Informe ao(s) companheiro(s) de viagem qual será o seu plano de ação no caso de uma emergência.


Todo meio de transporte acarreta riscos, mas os modernos aviões comerciais são em geral mais seguros e nos permitem chegar aos nossos destinos revigorados e prontos para trabalhar ou nos descontrair. Fique preparado, mas não ansioso. Relaxe e aproveite o voo.

Dicas daqui:
www.maisdicas.net


2 comentários:

Tunin disse...

Sônia, é um meio de transporte muito seguro. Lembro-me quando jovem eu curtia a viagem desde o momento da compra da passagem. É uma beleza! As instruções estão dez! Abração.

Anne Lieri disse...

Sonia,muito legais suas dicas mas se a coisa estiver mesmo ruim é só sair voando...rss...bjs,

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Clique e...

Conheça o agregador dos meus links:

Conheça o agregador dos meus links:
Clique na imagem acima.